Bradesco para presidente
do Brasil

Por Êsquilo*

Um sentimento de revolta
Estampado nos jornais
Nossos bancos valorizam
Recordistas mundiais

Como pode acontecer
Num país tão miserável?
De onde vem tanto dinheiro
Vem da gente, é bem provável

Não é preciso ser letrado
Pra chegar à conclusão
Pra alguém encher o bolso
Outro alguém fica na mão

É uma doença social
Nada a ver com bactéria
Poucos bancos com dinheiro
E muita gente na miséria

Bradesco e Itaú
Os maiores recordistas
Unibanco e do Brasil,
Orgasmo de acionistas

Um quer ser maior que o outro
É uma briga infeliz
O negócio é ser o líder
Que se dane o país

São ilhas de eficiência
Cofres inexpugnáveis
Cercados por todos lados
Por milhões de miseráveis

Mas que bando de agiota
Batedores de carteira
E de olhos bem fechados
Um governo fim-de-feira

O capital acumulado
Um dia vai virar espuma
Toneladas de dinheiro
Valendo porra nenhuma

A defesa dos banqueiros
É dizer que ajudam pobres
Com suas lindas fundações
E suas intenções tão nobres

Eles bem que acreditam
Que têm limpa a consciência
Empobrecem todo mundo
Depois dão toda assistência

Minha sugestão é essa:
Bancos, chega de esmola
Parem de encher os bolsos
Vamos construir escola

Hospital também é bom
Já que a falta de dinheiro
Deixa a gente tão doente
É um tremendo desespero

Usem todo esse dinheiro
Pra mudar nosso país
Pro Brasil ser bem bacana
Como a gente sempre quis

Assumam logo o poder
Pois o nosso estado é crítico
Chega de alimentar
Essa cambada de político

Toda esta experiência
Em arrancar dim-dim dos outros
Vai ser bom pra todo mundo
E não apenas para poucos

É uma idéia muito boa
Eu acredito muito nela
Melhor enterrar no Brasil
Do que jogar pela janela

Bradesco para presidente
É o Brasil virando a mesa
Governo assim bem competente
Mais que o do Lula, com certeza

*Traição para o português: Henrique Szklo


QUEM É
O ÊSQUILO?




Poemas anteriores




OPERABUFEX:
mande esta
bobagem sem
tamanho
para alguém!

© 2004-2010 Ópera Bufa Editora - Todos os direitos reservados